O que já disseram…

Ferro-velho de boas intenções (2011)

“Muita densidade e refinamento é o que Beto Só impõe às suas canções” (Rolling Stone)

O nome do cantor brasiliense Beto Só e do seu terceiro disco, ‘Ferro-velho de boas intenções’, já deixam claro que a alegria desmiolada vai passar longe das suas dez canções(Billboard)

“Compositor cuja arte não conhece contemporâneos” (Negodito)

“Uma experiência única, sincera e incrivelmente sufocante” (Miojo Indie)

“Um álbum para emoldurar” (Embrulhador)

“O cantor brasiliense vai cuspindo suas palavras de melancolia em melodias tocantes e momentos que realmente sensibilizam” (Música para seus ouvidos)

 

Dias mais tranquilos (2008)

“Um episódio brilhante da música alternativa brasileira” (Jornal do Estado)

“Ótimos arranjos, climas quase espaciais e letras que evocam sempre a simplicidade. Poderia ser banal, mas tangencia o sublime” (Estado de Minas)

“Como um primo brasiliense de ‘4’, do Los Hermanos, este é um disco de frágil placidez – um desconfiado suspiro de alívio depois de um longo temporal” (Correio Braziliense)

“Neste seu segundo álbum, Beto segue a busca por versos simples e intensos sobre o coração e o cotidiano, com instrumental e melodias mais bem elaboradas e precisas” (Rolling Stone)

“Beto Só mantém a inspiração da estreia em baladas cortantes que batem forte no peito, no rosto, nos pulsos” (Scream & Yell)

“Suas letras e músicas são retratos de toda uma geração que vaga pelas cidades em busca de amor, paz e compreensão, artigos de luxo na modernidade vazia” (Rock Press)

“O disco apresenta uma sequência de músicas que nos obrigam a fechar os olhos em meio a melodias tão singelas e afáveis, um carinho no peito” (Alto-Falante)

 

Lançando sinais (2005)

“O compositor parece determinado a falar de amor sem parecer simplório ou impessoal – nem Jota Quest, nem Roberto Frejat. A surpresa é como consegue demonstrar sinceridade que faz toda a diferença” (Correio Braziliense)

“Canções espetaculares. Uma melhor que a outra” (Diário de Pará)

“A mensagem de Beto tem tudo para chegar a um público amplo e maduro, basta manter coração e ouvidos abertos” (Tribuna do Brasil)

“Letras e melodias suaves muito, muito interessantes” (Correio da Bahia)

“Som honesto e letras com forte poética” (Jornal do Brasil)

“Bela estreia” (Folha de S. Paulo)

“‘Isadora’ é de uma beleza indescritível. E o vocal dolente de Beto ainda provoca estragos irreversíveis no coração em canções como ‘Olha’, ‘Meus olhos’, ‘Amor em silêncio’ ou a própria faixa-título” (Revista Dynamite)

“(Beto Só) já se encontra entre os melhores criadores de baladas desta geração” (Site Poppycorn)

“O CD revela um compositor sensível, com melodias de qualidade e versos bem construídos” (Alto-Falante)

 

Anúncios

0 Responses to “O que já disseram…”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s




Contato

humberto.rezende@gmail.com

Comprar CDs

Clique para baixar o CD (.zip)

Twitter

Arquivo

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: