Gatilhos criativos – ‘Lançando sinais’

Mais uma da série gatilhos criativos. Lembro que depois de ler o trecho abaixo de Oceano Mar, de Alessando Baricco, ficquei com muita vontade de fazer uma música. Era 2004, e o resultado foi ‘Lançando sinais’, a música que deu nome ao meu primeiro disco, lançado no ano seguinte.

“Terminada a carta, Bartleboom guarda-a dentro do envelope e se estica até debaixo da cama, para pegar uma  pequena caixa de madeira. Abre-a e joga a carta lá dentro, onde estão muitas outras cartas escritas por ele, igualmente abertas e sem remetente. São cartas de toda a sua vida endereçadas à mulher de sua vida, a qual espera encontrar em breve. Ele ainda não a conhece, mas tem certeza de que um dia a encontrará, e quando isso acontecer ele pegará sua caixa de cartas e dirá: “Olá. Isto é pra você. Esperei por você minha vida inteira”. Ela então abrirá a caixa, lerá todas as cartas e, surpresa com toda aquela vida que ali surge diante de seus olhos, dirá:

– Você é louco.

E o amará para sempre.”

A música ficou assim:

Lançando sinais

Onde está?
Onde mora você?
Aonde vai quando sai?
Eu não sei

Qual o seu nome?
Qual a cor do seu corpo?
Quantos anos tem?
Eu não sei

Lanço sinais
Lanço sinais
Até o dia de te encontrar

Se vai gostar
Se vai sorrir
Se vai dizer coisas boas
Isso eu sei

Só não me perca
Porque você não me vê

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s