Gatilhos criativos – ‘Tempo cruel’

Às vezes, uma cena ou uma frase dita em um filme faz a gente ter vontade de pegar o violão e tentar fazer uma música. Foi o que aconteceu comigo quando vi essa cena de ‘Freud além da alma’, em que Martha, mulher de Freud, lê trechos do antigo diário do marido para incentivá-lo a não desistir da criação da psicanálise. A ideia de que precisamos persisitr, ir “de erro em erro” até alcançarmos a verdade, me pareceu muito adequada para falar também sobre a busca do amor e de como o tempo pode ser nosso aliado. Surgiu assim ‘Tempo cruel’, que vocês ouvem logo ali embaixo.

Beijos!

E a música…

Tempo cruel

De erro em erro
Chego ao fim
Ao meu final feliz
Com você aqui

O tempo pode ser cruel
Pra quem sempre acertou
Mas não pra mim

De erro em erro
Chego ao fim
Ao meu final feliz
Com você aqui

O tempo pode ser cruel
Pra quem nunca errou
Mas não pra mim
Que precisei
De tanto tempo pra acertar

E aonde vou
Nínguém pode chegar
É só pra mim
O meu lugar

2 comentários em “Gatilhos criativos – ‘Tempo cruel’

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s